A cada dia está mais na moda a chamada homeopatia, em face da “medicalização” da saúde. Os antibióticos começam a não dar mais resultado, por causa dos efeitos colaterais e do uso excessivo. O mais curioso disso tudo é que, para o tratamento das doenças do cotidiano, a homeopatia já existe há séculos e é conhecida como “o remédio da vovó”.


TERÇOL
Doença:
Abscesso pequeno, do tamanho de um grão de cevada, que cresce na borda da pálpebra, causado por uma infecção bacteriana das glândulas sebáceas.
Tratamento médico: Geralmente concentra-se na aplicação de pomadas anti-inflamatórias e antibióticas ou mesmo no emprego de cirurgia para drená-lo.
Medicação da vovó: Evite esfregar os olhos e aplique uma compressa limpa e quente, embebida em chá de camomila (12 flores de camomila em uma xícara de água fervente, deixada descansar por cinco minutos) ou óleo de linhaça. Várias vezes ao dia até o terçol desaparecer.

LUMBAGO
Doença:
Dor lombar aguda, de aparição repentina em seguida a um movimento em falso, devida a um pequeno traumatismo de discos intervertebrais. A área afetada apresenta inflamação e contratura muscular. Pode gerar incapacidade física.
Tratamento médico: Tentar permanecer ativo, adotar uma boa postura para evitar sobrecarregar as costas e fazer reabilitação muscular. O tratamento farmacológico prescrito pelo médico será à base de analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares. Se o caso for grave, ele poderá recomendar uma cirurgia.
Medicação da vovó: As causas do lumbago podem ser muito variadas, de nevrálgicas a musculares. Ir ao médico para um diagnóstico de lombalgia é fundamental. Há métodos gerais de prevenção, como o consumo de vitamina D. Se a dor for leve, a aplicação de calor seco na área afetada vai ajudar. Harpagofito e DLPA-fenilalanina são anti-inflamatórios naturais que também podem fazer bem.

ACNE
Doença:
Erupção folicular, papilar ou pustulosa resultante de inflamação com acúmulo de secreção, que afeta as glândulas sebáceas. Essas espinhas no rosto, quando continuam ou se repetem além da adolescência, podem ser persistentes.
Tratamento médico: É difícil de tratar, porque as causas são geralmente variadas e às vezes impossíveis de diagnosticar. Além de tratamento medicamentoso, o dermatologista costuma prescrever medidas preventivas, como lavar o rosto com sabão neutro, evitar maquiagem, hidratantes e protetores solares com excipientes gordurosos.
Medicação da vovó: A vovó sempre recomenda a prevenção, a fim de evitar surtos de acne, e a dieta é muito importante. É evitar salsichas, molhos gordurosos, frituras, chocolate e manteiga. Aplicar todas as noites no rosto uma máscara de argila feita com infusão de calêndula por 20 minutos; ou lavar o rosto com sabonete de argila cinzenta e depois espalhar creme de pepino e iogurte. Prisão de ventre pode provocar acne. Para resolver isso, comer kiwi em jejum ou recorrer à fibra.